Variações Linguísticas: O Conteúdo Linguístico que mais aparece nas provas do Enem

Certamente você já deve ter se deparado com determinados tipos de variação linguística.

Variações Linguísticas: O Conteúdo Linguístico que mais aparece nas provas do Enem

Os inúmeros modos de expressão verbal de uma mesma língua são chamados de variedades linguísticas ou variações linguísticas. Certamente você já deve ter se deparado com determinados tipos de variação linguística, seja conversando com colegas no trabalho ou na sala de aula, assistindo a uma reportagem na TV ou lendo textos históricos. Essas variações podem acontecer de diversas formas e estão diretamente relacionadas ao fenômeno do uso do idioma, em que seus próprios falantes podem alterar o modo de falar, escrever e passar informações adiante. Um bom exemplo que pode ser observado com facilidade nos tipos de variação linguística no Brasil é a variação linguística regional. Sem contar que este é um dos assuntos que mais têm aparecido nos itens das provas do Enem.

           Tipos de variação linguística:

           Variação diafásica – a linguagem formal ou culta, por exemplo, leva em consideração as normas da língua. Ela pode ser usada quando não há familiaridade entre os ouvintes da comunicação ou em situações que necessitam de maior elegância. Por outro lado, a linguagem informal é usada quando há familiaridade entre os ouvintes da comunicação ou em situações descontraídas. 

           Variações históricas – as variações históricas podem ser observadas a partir de três formas: a) nas palavras que deixaram de ser utilizadas com o passar do tempo; b) no vocabulário próprio entre as diferentes faixas de idade; c) nos acentos gráficos ou grafemas que entraram em desuso. Ex.: a palavra “farmácia”, que era escrita com PH, ou seja, “pharmácia”.

           Variações diatópicas – acontecem conforme o local onde vivem os falantes, sofrendo sua influência. Esse tipo de variação ocorre porque diferentes regiões têm culturas diversas, com hábitos, modos e tradições distintos, estabelecendo assim outras estruturas linguísticas. Ex.: A abóbora que se conhece no sudeste é chamada de jerimum no nordeste brasileiro por influência indígena. Assim como a mandioca, que pode ser encontrada como aipim ou macaxeira, dependendo da região do país.

           Variações diastráticas – ocorrem em virtude da convivência entre os grupos sociais. Como exemplo, podemos citar a linguagem dos advogados, a linguagem médica, a linguagem dos surfistas, etc.

           Por isso, é muito importante dar uma atenção especial a esse tema durante o período de preparação para o ENEM.

  • RECOMENDE-NOS AOS SEUS AMIGOS
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Olá! Deixe seu comentário.Variações Linguísticas: O Conteúdo Linguístico que mais aparece nas provas do Enem

Enviando Comentário Fechar :/

Cadastre-se e receba nosso conteúdo exclusivo em seu e-mail:

A lista VIP da Pensar EaD é repleta de videoaulas, tutoriais, hangouts e muito mais.

Clique aqui para se cadastrar