Redação no ENEM: relação entre interpretação textual e literatura!

Veja como a Literatura pode ser sua aliada na hora da escrita

Redação no ENEM: relação entre interpretação textual e literatura!
TEXTO ELABORADO POR: Profª Albenize Soares

Chega a hora da produção textual do ENEM e muitos candidatos “tremem” diante de um dos grandes desafios desse exame. Entretanto, o ato de redigir um texto não pode ser visto como sinônimo de “monstro invencível”. E, a Literatura pode te ajudar a superar esse temor.

Sabe-se que além de uma boa articulação entre os conhecimentos linguísticos e argumentativos, você deve atender, também, as competências da redação para construir um texto coeso, coerente, com bastante progressão e informatividade. Elementos que são frutos de muita dedicação em práticas de leitura e escrita, de formas variadas.

Então, como a Literatura pode ajudar?

É nesse cenário rico em competências e conteúdos que a Literatura entra, já que é comum exames como o ENEM e outros vestibulares exigirem do aluno uma boa carga de leitura e domínio dos conteúdos literários (funções de linguagem, escolas literárias, etc.) que revelam, sobre tudo, os comportamentos da sociedade em determinados contextos.

Desse modo, você precisa saber que para escrever “bem” não é recomendável práticas “decorebas” ou repetição daquilo que se leu em determinado livro, e sim de desenvolvimento da capacidade de raciocínio e de expressão, que serão melhores se mais completas e diversificadas, forem.

É preciso ler de tudo!!! Desde a leitura de romances, livro de bolso, passando por poemas jornais, revistas em quadrinhos e leituras de mídias digitais (redes sociais, blogs, etc.) Tudo que atenda as competências para a produção da redação e da área de Literatura.

Veja as dicas, abaixo, para que a Literatura te dê um bom suporte na escrita da redação!

1. Saiba diferenciar compreensão de interpretação textual: Compreender é basicamente ler o texto e identificar de qual tema ele trata. Entretanto, para interpretar você precisará resgatar seu “conhecimento de mundo” que associa-se as suas relações e experiências sociais.

2. Leia uma variedade de textos literários e não – literários para ampliar o seu vocabulário, evitar repetições e trazer originalidade.

3. Tente identificar a teoria que norteia o enunciado da questão, para que você possa relacionar com os seus conhecimentos de mundo e aos contextos sociais que envolvem os textos motivadores.

4. Utilize citações e/ou referências com base em obras literárias para desenvolver ou sustentar seus argumentos. Isso mostrará aos avaliadores que você compreendeu bem a questão e tem uma boa bagagem literária.

5. Saiba interpretar os vários níveis de problemas sociais que o enunciado da redação pode sinalizar. Para se sair bem, você deve estar atualizado com as notícias e ter um bom conhecimento literário.

Vamos ver a interpretação textual de uma questão e pensar no contexto social que ela pode apontar, e que talvez, ajude na argumentação da redação:

EX. Soneto VII (ENEM, 2016)

Onde estou? Este sítio desconheço:
Quem fez tão diferente aquele prado?
Tudo outra natureza tem tomado;
E em contemplá-lo tímido esmoreço.

Uma fonte aqui houve; eu não me esqueço
De estar a ela um dia reclinado:
Ali em vale um monte está mudado:
Quando pode dos anos o progresso!

Árvores aqui vi tão florescentes
Que faziam perpétua a primavera:
Nem troncos vejo agora decadentes.

Eu me engano: a região está não era;
Mas que venho a estranhar, se estão presentes
Meus males, com que tudo degenera.

COSTA, C.M. Poemas. No soneto de Claudio Manuel da Costa. Disponível em www.dominiopublico.gov.br. Acesso em 7 jul 2012

No soneto de Claudio Manuel da Costa, a contemplação da paisagem permite ao eu lírico uma reflexão em que transparece uma:

A.  Angústia provocada pela sensação de solidão.

B.  Resignação diante das mudanças do meio ambiente.

C. Dúvida existencial em face do espaço desconhecido.

D.  Intenção de recriar o passado por meio da paisagem.

E.  Empatia entre os sofrimentos do eu e a agonia da terra.

Gabarito oficial: E

Comentário:

Para interpretar essa questão você precisa compreender qual é a temática central do soneto. Para isso é extremamente importante que você conheça o autor e a escola literária que ele fez parte. Com essas informações as chances de interpretação correta são maiores.  Se você lembrar do Arcadismo vai saber que o desejo de morar no campo, de ser pastor e conviver na natureza se sobressai. O eu-lírico não está angustiado pela solidão e sim porque as coisas mudaram, não há resignação pela mudança do ambiente, ele só está constatando as mudanças, não há crise existencial, também não há intenção de modificar o ambiente, ele não diz que quer recriar o passado.

Logo a alternativa é aquela que melhor reproduz o que o eu-lírico está dizendo, ele está agonizando (principalmente na 6° estrofe) no sentido que vai constatando que tudo está diferente. 

O período Arcadista reflete as grandes mudanças sociais da época: grandes mudanças cientificas, introdução de novas tecnologias, noção de que negócios e religião são coisas distintas. Ou seja, muita novidade para a sociedade que era muito bucólica e que encontrou na poesia uma maneira de preservar o cotidiano simples de outrora.

 

Pensando na argumentação para a redação, percebe-se que o tema posto pelo o eu-lírico pode ser interprestado como o estranhamento da sociedade perante grandes mudanças, como cada grupo ou sujeito reage, por exemplo. Segundo, Perrone-Moisés (2016, p.62), “estuda-se literatura porque ela nos dá uma visão mais aguda do real, que pode ser confrontada; porque a significação, no texto literário, não se reduz ao significado, mas opera na interação de vários níveis semânticos e resulta numa possibilidade, teoricamente, de infinita de interpretação.Assim, a Literatura te força a ser crítico e desenvolver argumentos que podem te auxiliar na construção da redação. Então, se liga nas nossas dicas. E boa sorte!

Quer saber um pouco mais sobre Literatura? Então, sugerimos para você nosso post sobre "Os textos Literários têm a linguagem muito difícil?""Literatura no Enem: saber identificar e interpretar é essencial!"

 

Para ficar por dentro de mais dicas de estudos e conteúdos relacionados ao ENEM, além de estar atento(a) ao nosso blog, acompanhe também nosso Instagram e YouTube! Estamos sempre trazendo novidades.

 

Preparação de qualidade para o ENEM? 
Conheça nossa plataforma: www.pensaread.com.br/

 

 

REFERÊNCIAS

INEP, Instituto Nacional De Estudos e Pesquisas. Manual de redação. 2020. Disponível em: https://enem.inep.gov.br.

PERRONE-MOISÉS, Leyla. Mutações da Literatura no XXI. São Paulo. Companhia das Letras. 2016.

  • RECOMENDE-NOS AOS SEUS AMIGOS
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Veja também:

Artigos relacionados

Olá, deixe seu comentário

Enviando Comentário Fechar :/