Saiba quais mudanças foram anunciadas pelo MEC para o ENEM 2021

Confira as novidades mencionadas para o ENEM 2021

Saiba quais mudanças foram anunciadas pelo MEC para o ENEM 2021

Em novembro de 2018, foram anunciadas pelo Ministro da Justiça diversas mudanças que devem ocorrer no Enem, a partir de 2021. Contudo, em 2019, já houve pequenas mudanças no Enem e no Sistema de Seleção Unificada (SISU). 

Acompanhe, aqui, e veja o que o(a) espera nas próximas provas.

 

Por que se preocupar com o Enem 2021?

Estamos em 2019. Mas, você precisa começar a se acostumar, pois o tipo de questão que está sendo aplicado, desde 2018, já está funcionando de forma diferente.

Além de buscarem analisar seu conhecimento enciclopédico, essas questões visam entender se você consegue conectar os conceitos que aprendeu no Ensino Médio, mesmo que sejam de disciplinas diferentes. Ademais, além da sua base teórica - que precisa ser bastante avançada -, você precisa ter raciocínio crítico e saber conectar o seu conhecimento, de forma que consiga usar uma fórmula de física para resolver um problema ambiental, por exemplo. É, por isso, caro(a) aluno(a), que não vai ser fácil. Principalmente, porque você está em fase de transição. Mas, você tem a nossa ajuda para isso.

Como é feita, hoje, a prova do Enem?

O Enem, ainda, é a prova mais esperada do ano. Em 2017, o exame passou por uma reformulação, na qual foi alterada a sua estrutura, o uso da nota e a aplicação. Além disso, passou a ser aplicado em dois domingos seguidos (antes, era feito em um único final de semana - no sábado e no domingo). A ordem da prova também foi alterada. Assim, no primeiro domingo, passaram a ser aplicadas as questões de Linguagens, Redação e Ciências Humanas. E, no segundo domingo, as de Ciências da Natureza e Matemática. 

Duração da prova

  • Dia 1: 05h30min
  • Dia 2: 05h00min 

São 45 questões para cada área de conhecimento, totalizando 180 questões, além da redação.

  • Redação: texto dissertativo-argumentativo com base nas cinco competências exigidas pelo ENEM.

Em 2018, o aluno precisou detalhar uma questão (das quatro perguntas do corpo do texto): quem vai fazer o quê; por que; como e; para que. No entanto, isso não apareceu no edital de 2018, como também não apareceu no de 2019. Mas, vale a pena já pensar nisso.

Mudanças Enem 2019:

Para 2019, pouca coisa mudou:

Os lanches serão revistados e o valor da taxa de inscrição aumentou para R$ 85,00 (sendo R$ 3,00 a mais do que no ano passado).

SISU

Incluímos o SISU, aqui, porque ele também teve mudanças.

Lista de espera:

No SISU, você incluía duas opções de curso. Assim, caso não passasse em uma delas, você tentaria numa segunda opção. Dando certo e, sendo aceito na segunda opção, você ainda poderia se inscrever na lista de espera para a sua primeira opção, mesmo já estando matriculado na segunda. Agora, não existe mais isso! Ou seja, não passando para a primeira opção, você vai para a segunda e, passando nela, você não pode mais se inscrever para a espera da primeira.

Mudanças Enem 2021

As mudanças para o Enem 2021 estão sendo inspiradas em avaliações internacionais e, assim como afirmam o Ministério da Educação (MEC) e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisa (INEP), de acordo com a nova reforma do Ensino Médio - que também se inspira nos países mais desenvolvidos. A primeira fase será sobre conteúdos gerais, previstos na base desenvolvida pelo Conselho Nacional de Educação (CNE). No segundo dia, serão respondidas apenas as específicas, ou seja, do curso que o estudante pretende fazer.

Uma das mudanças destacadas é que em um dos dois dias de prova estará reservado para avaliação de conhecimentos mais específicos. 

Mas, você deve estar se perguntando: Como isso vai funcionar?

Imagine que você pretende cursar Medicina. Isso quer dizer que, no primeiro domingo, será uma prova mais geral e referente à Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e, na segunda fase da prova, será necessário responder a perguntas bem mais aprofundadas de Ciências da Natureza.

Outra mudança significativa será na quantidade de questões da prova que passará de 180 para, aproximadamente, 90. Ou seja, a metade do que é feito, atualmente.

 

Agora, para mais detalhes, nos resta aguardar a publicação futura dos editais oficiais.

 

E aí, você vai prestar o ENEM esse ano? A Pensar EaD está aqui para dar o apoio que você precisa! Conosco, você tem uma preparação de qualidade para se dar bem no ENEM e conquistar a vaga no curso dos seus sonhos! Vai perder essa chance?! Acesse nosso site e conheça os diferentes pacotes de estudo que oferecemos! #VemSerPensar

 

Para ficar por dentro de mais informações relacionadas ao ENEM e, também, para saber dicas de estudo, fique atento(a) ao nosso blog e também ao nosso Instagram e canal no YouTube. Estamos sempre preparando dicas para vocês!
 

 

 

  • RECOMENDE-NOS AOS SEUS AMIGOS
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Veja também:

Artigos relacionados

Olá, deixe seu comentário

Enviando Comentário Fechar :/