Confira 7 motivos para tirar zero na redação do Enem

Zerar na redação do Enem pode trazer uma série de consequências na vida do estudante

Confira 7 motivos para tirar zero na redação do Enem

Zerar na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) pode deixar você de fora da disputa por uma bolsa de estudos em faculdade particular ou vaga na universidade pública e impedir a contratação de financiamento estudantil. Isso porque iniciativas do governo como o Programa Universidade para Todos (ProUni), Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (FIES) exigem nota maior do que zero na redação do Enem para participar.

No Enem de 2014, dos mais de 6 milhões de inscritos, apenas 250 estudantes conseguiram a nota máxima (1.000) na prova de redação. O tema proposto foi “Publicidade Infantil em questão no Brasil” e mais de 529 mil candidatos zeraram na redação do Enem. De acordo com o MEC, os principais motivos da nota zero naquele ano foram, nesta ordem:

  1. Fuga do tema
  2. Cópia de textos motivadores
  3. Textos com menos de sete linhas
  4. Redações que não se encaixavam no tipo solicitado

 

1 – Fugir do tema

A prova de redação do Enem começa com uma série de “textos motivadores”. Eles podem ser trechos de revistas, jornais ou livros, anúncios publicitários, desenhos ou charges e ajudam o candidato a entender o tema proposto. Escrever uma redação dentro desse tema é condição obrigatória e abordar um assunto diferente, ou seja, fugir do tema, recebe nota zero.

2 – Não obedecer o tipo de redação solicitado

O Enem costuma pedir um estilo específico de redação: “dissertativo-argumentativo”. Para cumprir esse requisito, o candidato deve seguir uma estrutura que começa com a proposição de uma tese, inclui argumentos para apoiar a defesa dessa tese e termina com uma proposta de intervenção social para solucionar o problema apresentado no desenvolvimento do texto. Redações que não seguem essa estrutura (como poemas ou narrações, por exemplo), recebem automaticamente nota zero dos corretores.

3 – Não atingir o número mínimo de linhas

Para ser considerada válida pelos corretores, a redação do Enem precisa ter no mínimo 8 e no máximo 30 linhas (ideal). Textos com 7 linhas ou menos recebem nota zero. Vale lembrar que trechos copiados dos textos motivadores ou de outras questões do Enem são desconsiderados na contagem de linhas e o título, que é opcional, conta como linha escrita.

4 – Usar formas propositais de anulação

O Guia da Redação do Enem, divulgado pelo MEC, inclui o item “impropérios, desenhos e outras formas propositais de anulação ou parte do texto deliberadamente desconectada do tema proposto” nos motivos para tirar zero na redação. Ou seja, candidatos que desenham na folha de redação, escrevem palavrões e xingamentos ou incluem textos que não tenham a ver com o tema da redação (como as famosas receitas de “miojo” que causaram polêmica em edições anteriores) recebem zero na redação do Enem.

5 – Desrespeitar os direitos humanos

Até pouco tempo, o respeito aos direitos humanos era um requisito obrigatório na elaboração da redação do Enem. Ou seja, mensagens de ódio, preconceito de qualquer tipo, racismo e outras formas de desrespeito resultavam em nota zero. A partir de 2018, isso não zera mais a redação, mas deixamos a situação aqui porque ela desconta nada menos que 200 valiosos pontos.

6 – Entregar a folha de redação em branco

No dia em que a redação é aplicada, os candidatos têm uma hora a mais para elaborar o texto e passá-lo a limpo para a folha apropriada. É importante ficar atento a esse tempo, pois mesmo que o candidato termine a sua redação nas folhas de rascunho, se entregar a folha de redação em branco tira zero.

7 – Não conseguir demonstrar as cinco competências avaliadas

São cinco as competências avaliadas na redação do Enem, cada uma delas valendo de 0 a 200 pontos:

Demonstrar domínio da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo- argumentativo em prosa.

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

O candidato que não conseguir demonstrar minimamente nenhuma das competências avaliadas tira zero na redação.

  • RECOMENDE-NOS AOS SEUS AMIGOS
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Olá! Deixe seu comentário.Confira 7 motivos para tirar zero na redação do Enem

Enviando Comentário Fechar :/

Cadastre-se e receba nosso conteúdo exclusivo em seu e-mail:

A lista VIP da Pensar EaD é repleta de videoaulas, tutoriais, hangouts e muito mais.

Clique aqui para se cadastrar