A leitura como preparação para o Enem

Alguém que não possua o hábito de ler está mais suscetível a comprometer seu desempenho durante a prova do ENEM

A leitura como preparação para o Enem

Para responder, com qualidade, uma prova extensa como a do ENEM

(Exame Nacional do Ensino Médio) muitas são as recomendações: “durma cedo na noite anterior”, “não estude às vésperas”, “leve mais de uma caneta”, “alimente-se bem”, etc. Quem nunca ouviu uma dessas orientações? São clássicas, não é mesmo? Hoje, porém, queremos “inserir mais um item na sua lista”: SEJA UM (A) BOM (BOA) LEITOR (A)!

Você deve estar a perguntar-se o que queremos dizer com essa frase.

Pois bem, comecemos colocando alguns “pontos no is”...      

Se estamos nos comunicando através deste texto, significa que você passou pelo processo de alfabetização e desenvolveu competências leitoras que proporcionam esta interação. Considerando a rotina comum da sociedade brasileira, sabemos que a leitura é constitutiva do cotidiano das pessoas, somos cercados por rotinas que evocam práticas de leitura. Não obstante, precisamos ler bulas médicas, boletos, manuais de instruções, mensagens de WhatsApp, postagens de redes sociais virtuais, receitas culinárias, etc.

Contudo, quando adicionamos o “item seja um (a) bom (boa) leitor (a)”, estamos indo além disso, estamos dizendo que você precisa ampliar seu repertório de leitura, ser um leitor antenado, constante.

Culturalmente, a nossa inserção nas instituições formais de ensino centra-se no processo de alfabetização e na apropriação, ao longo da trajetória escolar, de competências de leitura e escrita. À princípio, lemos sílabas, depois palavras, frases e, enfim, textos. Trata-se de um comum e longo processo. Nos primeiros anos, temos contato com textos lúdicos, atrativos e cheios de criatividade. Nesse período, inclusive, é comum termos a imagem do (a) pedagogo (a) como alguém que estimula o hábito da leitura através de projetos recreativos.

A leitura se mantém como constitutiva de todo o ciclo escolar, porém, com o avanço das séries, por vezes, resume-se a uma práxis monótona

“obrigatória”, para resolução de provas e exercícios com foco na atribuição de notas. Por isso, é possível dizer que a manutenção da prática da leitura – tal como normalmente ocorre nos anos iniciais da criança na escola – nem sempre se preserva. Tal distanciamento, pode acarretar consequências para além dos muros da escola afetando, inclusive, a desenvoltura do aluno na prova do ENEM. 

Alguém que não possua o hábito de ler está mais suscetível a comprometer seu desempenho durante a prova do ENEM, se comparado a outro candidato que conceba a leitura como algo habitual e comum à sua rotina. A resolutiva é simples: se estou acostumado a longos períodos de leitura, consequentemente, manterei um bom ritmo durante provas extensas, pois a leitura não me é uma ação esporádica.

Ao ter a leitura com hábito você ainda amplia seu vocabulário, aumenta seu conhecimento de mundo e desenvolve as chamadas estratégias de leitura, elas que serão acionadas para a resolução de questões de todas as áreas do conhecimento, afinal de contas, anterior a resolução de fórmulas matemáticas, por exemplo, o candidato deverá ler (compreender) os enunciados.

No caso da leitura de livros clássicos da literatura brasileira, o candidato aumenta as suas chances de fazer uma boa prova da área de “Linguagens”, haja vista que a mesma lhe exigirá conhecimentos acerca de obras literárias. Uma boa forma de iniciar essa rotina é: fazer cronogramas de leitura estabelecendo tempos exatos para concluir cada livro, começar por gêneros que se tenha maior apreço (contos, crônicas, romances, poemas, etc.), e estabelecer um quantitativo determinado de páginas a serem lidas diariamente. Isso lhe permitirá não precisar correr contra o tempo, às vésperas da prova, para dar conta de "leituras obrigatórias”.

Se você vai fazer a prova do ENEM precisa ser um (a) leitor (a) permanente. Para tanto, estabeleça a disciplina com os horários de estudo como ponto de partida para o seu sucesso e aprovação. Otimize seu tempo e garanta um bom rendimento no dia da prova. Acima de tudo, torne a leitura sua maior aliada

  • RECOMENDE-NOS AOS SEUS AMIGOS
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Olá! Deixe seu comentário.A leitura como preparação para o Enem

Enviando Comentário Fechar :/

Veja também:

Artigos relacionados

Cadastre-se e receba nosso conteúdo exclusivo em seu e-mail:

A lista VIP da Pensar EaD é repleta de videoaulas, tutoriais, hangouts e muito mais.

Clique aqui para se cadastrar